Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Rádio Tabajara debate uso da Hidroxicloroquina
Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Rádio Tabajara debate uso da Hidroxicloroquina

Notícias

Rádio Tabajara debate uso da Hidroxicloroquina

Mais que responsabilidade social é obrigação do profissional da imprensa desmistificar conceitos, pautar informações em fontes oficiais, embasadas, referendadas, científicas, especializadas e com base em autoridades nos temas.

O governo brasileiro divulgou um documento, com o título "Orientações do Ministério da Saúde para tratamento medicamentoso precoce de pacientes com diagnóstico da Covid-19", recomendando que a cloroquina e a hidroxicloroquina sejam usados no tratamento contra a doença desde o primeiro dia de sinais e sintomas, apesar de não haver evidências científicas de que eles funcionem.

Com isso, o diretor de emergências da OMS, Michael Ryan, se posicionou nesta quarta-feira (20), alertando dos efeitos colaterais desses medicamentos e que não têm eficácia comprovada no tratamento da Covid-19. Ele também afirmou que as substâncias só devem ser usadas contra a Covid-19 em ensaios clínicos. As substâncias são normalmente usadas contra a malária e doenças autoimunes, como o lúpus.

Com a situação de vulnerabilidade das pessoas com relação ao coronavírus, um fenômeno totalmente inesperado em tempos atuais, cabe ao ‘bom’ jornalismo, seguindo as premissas básicas da atividade, pautar a sua cobertura, abordagem na informação séria, de fontes avalizadas.

Como emissora pública, imbuída em dobro desta responsabilidade da boa e precisa informação com a população paraibana, a Rádio Tabajara proporcionou no programa Fala Paraíba desta quarta-feira (20), uma ampla abordagem sobre a Hidroxicloroquina, aplicada ao tratamento do Coronavírus.

Os apresentadores Ivyna Souto e Judivan Gomes contaram com a participação, ao vivo, por telefone, da Doutora e professora de Farmacologia da UFPB, Bagnólia Araújo e o Chefe do Núcleo de Assistência farmacêutica do Governo da Paraíba, Felipe de Oliveira.

Os profissionais forneceram diversos esclarecimentos sobre o tema e responderam vários questionamentos, prestando um serviço de grande utilidade para os ouvintes.

O conteúdo completo pode ser acompanhado no programa gravado na íntegra, pela transmissão no facebook da Rádio Tabajara. Confira no link abaixo:

https://www.facebook.com/RadioTabajara/videos/241877617144349/?epa=SEARCH_BOX

registrado em: