Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Editora A União lança livro e agenda 2020 nesta terça, em JP
Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Editora A União lança livro e agenda 2020 nesta terça, em JP

Notícias

Editora A União lança livro e agenda 2020 nesta terça, em JP

O livro ‘Paraíba na Literatura’ e a agenda 2020 ‘Paraíba: Um Estado de Arte’ serão lançados nesta terça-feira (7) pela Editora A União, integrante da Empresa Paraibana de Comunicação (EPC). O evento acontecerá na Fundação Casa de José Américo (FCJA), em João Pessoa, a partir das 19h. Durante o evento, o governador do Estado, João Azevêdo, deverá anunciar uma série de ações voltadas à cultura.

O livro ‘Paraíba na Literatura’ reúne 20 autores de destaque atuantes no Estado, e a agenda 2020 ‘Paraíba: Um Estado de Arte’ traz obras de 12 artistas plásticos. A programação do evento será aberta com a entrega do livro Paraíba na Literatura aos autores e aos artistas perfilados na obra.

Livro - A obra reúne perfis de 20 grandes autores com atuação no Estado, escritos por outros 20 escritores de relevo no cenário paraibano. A publicação será disponibilizada pelo Governo do Estado a visitantes que tenham agenda oficial com o governador João Azevêdo, cujo intuito é promover e divulgar a literatura do Estado.

“Nesta primeira publicação há o perfil de 20 escritores que, ao seu tempo e estilo, contribuíram e ainda contribuem com a cena cultural nacional e estadual. Alguns, inclusive, têm destaque internacional. A diversidade aqui contida busca valorizar a paraibanidade e, também, demonstrar o quanto atrativo é o hábito da leitura”, detalhou o governador João Azevêdo na apresentação da obra.

Poetas, romancistas, cronistas e dramaturgos, de várias épocas e estilos, são perfilados no livro. Há escritores clássicos, a exemplo de Augusto dos Anjos, José Américo de Almeida e José Lins do Rego, e contemporâneos, como Bráulio Tavares, Aldo Lopes, Marília Arnaud, Sérgio de Castro Pinto e a premiada Maria Valéria Rezende, que embora seja paulista, natural de Santos, costuma dizer que nasceu na Paraíba. A obra ainda inclui figuras históricas, dentre as quais Coriolano de Medeiros, idealizador da Academia Paraibana de Letras, e o poeta Jomar Morais Souto.

O livro ainda inclui o cronista-mor da cidade de João Pessoa, Gonzaga Rodrigues, perfilado pelo poeta e crítico literário Hildeberto Barbosa Filho, além de dois dos maiores nomes da dramaturgia paraibana, Paulo Pontes e Lourdes Ramalho, cujos perfis foram feitos pelo jornalista Martinho Moreira Franco e pelo dramaturgo Tarcísio Pereira, respectivamente.

Diretor de Mídia Impressa da EPC, o jornalista William Costa assina o perfil de Ariano Suassuna e destaca a diversidade de estilos que compõem a obra, afirmando que ela cumpre a função de divulgar e promover os valores literários do Estado, além de acrescentar: “A partir do contato de um livro como este, um jovem, por exemplo, pode chegar à obra de um autor paraibano e, efetivamente, se tornar um leitor da literatura paraibana. Ou, quem sabe, até mesmo um escritor”, disse ele.

Agenda - Quanto à agenda 2020 de A União Paraíba: Um Estado de Arte, a obra contém biografias dos artistas Alexandre Filho (janeiro), Alice Vinagre (fevereiro), Chico Ferreira (março), Clóvis Júnior (abril), Flavio Tavares (maio), Fred Sevendsen (junho), Gina Dantas (julho), Hermano José (agosto), José Lira (setembro), Maria dos Mares (outubro), Marlene Almeida (novembro) e Miguel dos Santos (dezembro). E também é possível conferir algumas das obras desses artistas que ilustram um domingo de cada mês. “É mais um projeto que tem por objetivo ressaltar, valorizar e divulgar a arte feita na Paraíba”, ressaltou a diretora-presidente da EPC, jornalista Naná Garcez.

Valores literários - A jornalista Naná Garcez, diretora-presidente da EPC, disse que a obra integra a missão da empresa, que é produzir, difundir, estimular e apoiar a criação artística, a literatura, o conhecimento científico, o exercício crítico da cidadania, tudo isso em uma comunicação eficaz com os cidadãos paraibanos. “Publicar Paraíba na Literatura é uma dessas funções que realizamos com muita satisfação”, confessou ela, acrescentando que "a ideia do projeto é que uma nova edição seja lançada todo ano, contemplando outros 20 nomes da nossa rica literatura".

"O governador pretende anunciar os grandes tremas da área da Cultura que deverão ser implementados pelas instituições durante 2020. Essas ações deverão incluir eventos a serem realizados por órgãos como as secretarias de Cultura, Educação, Fundação Espaço Cultural e do patrimônio e memória, por meio do Iphaep (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico do Estado da Paraíba)", ressaltou o presidente da Fundação Casa de José Américo, Fernando Moura.

registrado em: