Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Pandemia: Controle e inovação nos negócios rurais
Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Pandemia: Controle e inovação nos negócios rurais

Notícias

Pandemia: Controle e inovação nos negócios rurais

A crise provocada pela pandemia do coronavírus (Covid-19) tem afetado os mais diversos segmentos econômicos e, com os donos de pequenos negócios da agricultura, não poderia ser diferente. Embora o impacto possa ser considerado menor, os produtores devem reforçar os cuidados com a produção e o fluxo de caixa. Dessa forma, o Sebrae Paraíba recomenda, dentre as dicas para o momento atual, buscar inovação e controle de gestão do negócio.

De acordo com o analista técnico do Sebrae Paraíba, Jucieux Palmeira, é importante o produtor rever o planejamento do seu negócio, focando nos gastos que estão sendo feitos, incluindo a produção, colheita ou compra de rações e custos do dia a dia. Para ele, estar com o controle detalhado do fluxo de caixa, verificando minuciosamente receitas e despesas, é o caminho para melhorar a redução dos custos e otimizar o uso de insumos, mão de obra e manter bons índices de produtividade.

Ainda pensando em termos de gestão do negócio, o analista recomendou que os produtores revejam os investimentos na produção e analisem a possibilidade de adiar processos de colheita de alimentos, por exemplo. “Também deve-se atentar a novos canais de comercialização e conversar com os fornecedores. Se precisar de capital externo, é bom ficar atento a linhas de crédito que os bancos públicos e privados estão oferecendo. Algumas linhas que o governo lançou favorecem o pequeno produtor. Prazos de pagamento de financiamentos também estão sendo revistos pelos bancos e podem ajudar o produtor nesse momento”, destacou Jucieux Palmeira.

Inovação com as redes sociais – O analista do Sebrae Paraíba sugeriu, como dica de inovação neste período, estabelecer dia e horário da semana para realizar entregas junto aos clientes, como forma de evitar aglomerações e contato físico. “Organizar previamente facilita a entrega dos produtos. Esse contato pode ser feito por redes sociais ou whatsapp, por exemplo. Nas redes sociais, também é possível criar uma rotina de divulgação dos produtos disponíveis e dos preços”, afirmou.

Outra dica relacionada ao uso das redes sociais é a facilidade de promoção do diferencial do produto. “O dono de pequeno negócio precisa compreender o conceito de inovação de forma abrangente. Geralmente, ele vem associado a alta tecnologia, o que não faz parte da realidade do pequeno produtor rural. Porém, o acesso a pequenas empresas locais e à tecnologia presente nos smartphones, por exemplo, já tornam a inovação possível. A promoção do produto pelas redes sociais é fundamental neste momento”, salientou Jucieux Palmeira.

registrado em: