Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Artesãos podem concorrer ao Prêmio Dona Toinha até sexta
Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Artesãos podem concorrer ao Prêmio Dona Toinha até sexta

Notícias

Artesãos podem concorrer ao Prêmio Dona Toinha até sexta

O Governo da Paraíba, por meio da Secretaria de Estado da Cultura (Secult), inscreve até esta sexta-feira (20) artesãos interessados em concorrer ao Prêmio Dona Toinha, cuja premiação individual é de R$ 5 mil. Ao todo, deverão ser premiados 210 trabalhos. As inscrições serão feitas exclusivamente por meio do site www.paraiba.pb.gov.br/leialdirblanc.

A ação faz parte da Lei Aldir Blanc que, de forma emergencial, tem como objetivo a manutenção dos artistas e de suas produções culturais, além de valorizar a produção cultural paraibana.

A gestora do Programa do Artesanato da Paraíba (PAP), Marielza Rodriguez, destacou a importância da participação do artesão no Prêmio Dona Toinha. “Essa premiação, além de ser fundamental na subsistência de nossos artesãos neste momento de pandemia, vai fortalecer a nossa produção cultural, já que as peças vão compor o Acervo da Cultura Paraibana - Memorial da Pandemia. Isso significa que essa produção vai entrar para a história”, afirmou.

Poderão se inscrever artesãos que tenham mais de 18 anos, nascidos na Paraíba ou radicados há pelo menos dois anos. Deverão ser ainda os autores da obra ou representantes em caso de autoria coletiva, com cadastro no Sistema de Informações Cadastrais do Artesanato Brasileiro (Sicab).

Até o momento da premiação, os trabalhos passarão por duas fases: habilitação, com a checagem dos documentos exigidos no edital; e classificação, com atribuição de 0 a 100 pontos para cada projeto.

Os trabalhos classificados serão conhecidos no dia 12 de dezembro. Já a premiação será feita de 24 a 31 de dezembro.

A premiação homenageia a artesã Antônia Ribeiro Mendonça. Mestra em labirinto, dona Toinha, como era conhecida, nasceu no Sítio Chã dos Pereira, no município de Ingá.

Morta em 2018, dona Toinha recebeu uma homenagem póstuma do Programa do Artesanato da Paraíba, na 30° edição do Salão do Artesanato, em Campina Grande, que teve como tema "Labirinto - A arte que une gerações".

registrado em: