Rádio Tabajara

Grêmio vence River Plate em Buenos Aires e se aproxima da final da Libertadores

24 de outubro de 2018

O atual campeão segue muito forte para a defesa do título na Copa Libertadores. Mesmo desfalcado de alguns de seus principais nomes, como Everton e Luan, o Grêmio calou o Monumental de Núñez e venceu o River Plate por 1 a 0, nesta terça-feira, pelo confronto de ida da semifinal. Michel fez o gol da partida.

O herói tricolor voltou a jogar no último final de semana após ter ficado cinco meses como desfalque. Titular contra o América-MG, ele ganhou a oportunidade de começar a partida também nesta terça – foi apenas o seu 14º confronto na temporada, e o segundo gol marcado. Após lesão muscular na coxa direita em maio, ele sofreu uma entorse no tornozelo direito quando se preparava para voltar, em setembro, em partida pelo time B.

Aliás, por falar em recuperação de lesão, o técnico Renato Gaúcho sofreu com diversas baixas para o duelo em Buenos Aires: Luan (inflamação na planta do pé direito), Everton (lesão muscular coxa direita), Léo Moura (problema panturrilha esquerda), André, com apendicite, e Marinho, com uma entorse no tornozelo direito. Mesmo assim, enfrentou o adversário de igual para igual e pouco sofreu após abrir o placar aos 16min da etapa final.

O placar ainda representou a primeira derrota da equipe de Buenos Aires em casa na temporada. Nos 20 jogos oficiais que havia feito em seus domínios em 2018, o River tinha vencido 14 e empatado seis. A última derrota diante dos seus torcedores ocorrera em 26 de novembro de 2017, quando levou 3 a 1 do Newell’s Old Boys, pelo Argentino.

O duelo de volta ocorrerá já na próxima terça-feira, às 21h45 (de Brasília), em Porto Alegre. Os gaúchos poderão empatar o jogo que ainda assim asseguram um lugar na decisão contra Palmeiras ou Boca Juniors.

Antes disso, o time tricolor voltará a campo pelo Campeonato Brasileiro. No sábado, a equipe de Renato Gaúcho receberá o Sport, às 16h30 (de Brasília).

O jogo

Quem imaginava que o Grêmio, por jogar fora de casa e com desfalques importante, ficaria mais defensivamente, se enganou. O agitado primeiro tempo viu os dois times assustarem e teve cinco finalizações dos gaúchos (três no alvo) e quatro dos argentinos (três na meta). Os donos da casa tiveram 61,4% de posse de bola.

Aos 19min e aos 24min, Armani teve de trabalhar para defender um cabeceio de Geromel e uma finalização de Cícero, respectivamente. Já Grohe apareceu bem em conclusões de Palacios e Martínez aos 30min e 39min.

Na volta do intervalo, Maidana quase marcou aos 5min, quando aproveitou cobrança de escanteio e, com liberdade, cabeceou sobre o alvo, próximo do travessão. Na resposta, os visitantes abriram o placar. Aos 16min, Alisson cobrou escanteio no primeiro pau, e Michel completou de cabeça para o fundo da rede.

No restante do confronto, os brasileiros se defenderam bem, sem correr muitos riscos, e ainda quase ampliaram a vantagem aos 34min. Após Jael cobrar falta na barreira, Leonardo pegou a sobra na entrada da área e finalizou à direita do alvo, passando perto da trave.

Nos minutos finais, o River até tentou se mandar ao ataque, mas pouco assustou o adversário. A melhor oportunidade veio já nos acréscimos: Quintero cobrou uma falta, e Grohe espalmou para escanteio.

Assim, o Grêmio confirmou o triunfo e deu um grande passe rumo à segunda final seguida na Libertadores.

FICHA TÉCNICA:

RIVER PLATE 0 x 1 GRÊMIO

Local: Estádio Monumental de Nuñez, em Buenos Aires
Data: 23 de Outubro (terça-feira)
Horário: 21h45 (de Brasília)
Árbitro: Victor Carrillo (Peru)
Assistentes: Jonny Bossio (Peru) e Victor Raez (Peru)
VAR: Leodan González (principal), auxiliado por Estebean Ostojich e Richard Trinidad (todos do Uruguai)
Cartões amarelos: Borré, Maidana, Ponzio (River Plate), Alisson, Kannemann (Grêmio)
Gol: Michel (Grêmio), aos 16 minutos do segundo tempo.

RIVER PLATE: Armani; Montiel, Maidana, Pinola e Casco; Ponzio (Enzo Pérez), Quintero, Ezequiel Palacios (Ignacio Fernandez) e Pity Martínez; Borré e Scocco (Lucas Pratto). Técnico: Marcelo Gallardo

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Leonardo, Geromel, Kannemann e Cortez; Michel, Maicon, Ramiro (Thaciano) e Cícero, Alisson e Jael (Thonny Anderson). Técnico: Renato Gaúcho

FacebookTwitterPinterestGoogle+Email

Gostou? Compartilhe: