Rádio Tabajara

Após corte da seleção, Mari Paraíba diz que está ‘em paz’

13 de julho de 2016

O corte da seleção brasileira de vôlei parece não ter deixado triste a jogadora Mari Paraíba. Ela fez uma postagem, nesta quarta-feira, em sua página do Facebook, garantindo que sente ‘gratidão’ por ter feito parte da Seleção em diversos torneios e que torcerá pelas ex-colegas de equipe durante os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro. “Me sinto parte de tudo isso, e vou torcer com a mesma intensidade que entro em quadra para que o Brasil chegue ao lugar mais alto do pódio”, disse Mari.

Mari Paraíba disputou a última edição da Superliga pelo Minas e foi convocada para os Jogos Pan-Americanos de Toronto, em 2015, competição na qual o Brasil atuou com uma equipe alternativa. Desde então, a ponteira vinha sendo chamada por Zé Roberto nas convocações, inclusive para a fase final do Grand Prix, vencido pela seleção no último domingo.

A ponteira paraibana, que não fará parte do grupo que buscará o terceiro título olímpico consecutivo, sob o comando do técnico Zé Roberto Guimarães, agradeceu às amigas de seleção e também à comissão técnica. “Foram momentos preciosos de grande aprendizado e conquistas especiais. Desejo toda Sorte do Mundo a todos(as) e Que Deus possa Abençoar nosso Brasil com mais esse ouro Olímpico”, postou a jogadora. Abaixo, leia – na íntegra – a postagem feita por Mari Paraíba.

“Saquarema, treinos, casa, Saquarema, treinos, viagem, Grand Prix, China, Turquia, Tailândia, treinos, treinos, convívio, jogos, decisão. Ufa! E enfim o ouro que trago de volta com o maior orgulho. Orgulho por poder representar a minha nação, dedicando meu tempo ao que mais amo, que é o vôlei. Todo esforço, desgaste, saudade e nossas renúncias valem a pena diante da alegria que é conquistar o primeiro lugar com a seleção brasileira.

Aprendi a conviver com tudo que o esporte e a vida de atleta me reservam, inclusive com as notícias, que às vezes não são as melhores, mas que me trazem sempre o sentimento de gratidão.. Hoje volto da seleção com a notícia do meu corte para as Olimpíadas, mas sinto meu coração em paz e grato por saber que mesmo não indo, me sinto parte de tudo isso, e vou torcer com a mesma intensidade que entro em quadra para que o Brasil chegue ao lugar mais alto do pódio.

Diante disso, só tenho a agradecer. Obrigada à todas as meninas da seleção, minhas companheiras de equipe, viagens, treinos, risadas, angústias, que compartilharam comigo de forma tão intensa esses momentos mais do que valiosos… Além delas, meu agradecimento especial à toda a comissão técnica, que confiou em mim e me escolheu como opção para representar o país e o esporte brasileiro nesse tempo. Foram momentos preciosos de grande aprendizado e conquistas especiais. Desejo toda Sorte do Mundo a todos(as) e Que Deus possa Abençoar nosso Brasil com mais esse ouro Olímpico”.

 

Jãmarrí Nogueira

FacebookTwitterPinterestGoogle+Email

Gostou? Compartilhe: